coisasgostosas.doc

hot filadélfia, pão com manteiga na chapa com um cafézinho, se apaixonar – seja pelo que ou quem for, rir até perder o fôlego ou chorar de rir, um banho pelando num dia de muito frio, ficar debaixo da queda duma cachoeira, o final duma trilha bem trabalhosa, frio, calor, grandes cidades, cidades do interior, regionalismos, sotaques, filmes com final feliz, filmes realistas, cappuccino, humildade, saber o que alguém quer dizer ou sente ao olhar nos olhos, olho-no-olho, reconhecer caras de cú, saber ouvir críticas, línguas novas, o português, sotaque britânico, papo cabeça, papo furado ou até mesmo não precisar de sequer dizer uma palavra, energia positiva, o samba, carnaval, sonhar com quem nunca mais se viu ou que vê todo santo dia, Master, Perfil e War, um vinhozinho, carteado, unha bem feita, cores, anéis, as amigas de antigamente, as novas amigas, gírias idosas, minha bicicleta, a natureza e seus milagres, ser chamada pelo apelido que você mais gosta, ver os lugares do alto e as pessoas por dentro, o nascer e o pôr do sol, música de acordo com o espírito, dormir de conchinha, fazer nada sem culpa, dias corridos, sem limites em um supermercado, lareiras, dirigir cantando alto, a calça de moleton da minha avó, meu edredon de sempre, o Brasil, Flamengo, domingo no Maracanã e/ou no cinema, abraços, notas 10, um professor tão bom que não dá pra não prestar atenção na aula, sorriso de criança, sentir o cheiro de alguém querido inesperadamente, churrasco com cebola na brasa, ouvir sua música favorita do momento tocar no rádio, escutar a chuva cair, de preferência debaixo dela, tomar aquele banho e dormir na sua própria cama com lençol e fronha recém trocados, toalhas antigas recém passadas, mensagem de madrugada, perceber que quem está perto, está, de fato, perto, ou que alguém que tá longe tá é bem pertinho, banho de espuma, chopp preto gelado e espumado, quer dizer, vários, achar dinheiro esquecido num bolso qualquer, mitologia, História, enigmas, rir de si mesma, uma madrugada inteira falando e, ao se dar conta, já é de manhã, correr pra não perder hora, ir devagar se próposito, viajar, verdades – nunca absolutas, exceções, o de sempre, equilíbrio, acordar e descobrir que ainda pode dormir mais algumas horinhas, novas experiências, as antigas e deliciosas, ligar o botão do foda-se, acreditar no destino, mas mais ainda em si mesmo, viver sem rumo, ter objetivos, não acreditar em deus, mas senti-Lo todos os dias, todas as religiões e o melhor de cada uma, cachorros, idosos de mãos dadas e sorrisos de criança, ter alguém mexendo no seu cabelo, realizar um sonho antigo e já ter um novo em mente, dançar horas e horas e do jeito que quiser, ir a um ótimo show, fazer bolo e raspar a calda que ficou na panela, fondue de queijo, pizza, camarão com catupiry, carpaccio, alcaparras, nachos e Coca-Cola normal bem gelada, segurar na mão de alguém se realmente gosta, encontrar um velho amigo e perceber que algumas coisas, sejam boas ou ruins, nunca mudam, ir às melhores montanhas russas de novo e de novo, B13, nostalgia, ânsia pelo futuro, o hoje, horário de verão, filosofias de bar, sorte – no jogo e no amor também, filmes no domingo, dias de semana com gostinho de sábado e domingo, se surpreender com as próprias capacidades, o medo que não paralisa, livros inesquecíveis, álbum de fotos, diários, reencontros, compreensão, Carol, papai e mamãe, a família reunida, saudade, sonho, paz de espírito e no mundo também e, o mais importante, o amor – sem apego – por amar, simplesmente.

Tipo: Documento de Texto
Tamanho: 2,98KB
Data de modificação: 04/12/2006 14:34

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s