‘calma, alma minha…’

eis que, em lugar de seguir seu itinerário padrão em direção ao local que pretendo chegar, o ônibus vira à direita, a caminho de um túnel escuro e longo que desemboca do outro lado da cidade.

será que entrei no ônibus errado? não é possível… se bem que acabei de dizer ‘parede’ naturalmente ao meu pai quando pretendia dizer ‘tapete’. impossível não é. aff! tô running late já. e agora? putz! pego um táxi do outro lado? questiono o motorista que ônibus é esse?

apreensão: um meio segundo que durou horas.

eu desconhecia (ou ignorava) aquela curvinha debaixo do viaduto e antes da entrada do túnel que permitiu ao motorista um desvio rápido da rua transversal ainda interditada por conta da manifestação que não é de hoje (nem de ontem. pra sempre será?).

bastou um simples U turn lá estava eu on my way again…

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s